Dicas & Idéias Fotos & Relatos Planilhas & Roteiros Clubes & Associações Manutenção & Mecânica Curiosidades & Crônicas Fale Conosco

Deserto do Jalapão - TO

Conhecer o Jalapão é conhecer o improvável e o impossível juntos. Improvável pois, andando de carro pelas estradas, observando o cerrado em volta, não se imagina que vai encontrar tanta água e tão limpa como você encontra. Também não parece provável encontrar formações rochosas como lá existe. Tampouco uma duna verdadeira, de areia tão fina e dourada que parece... ouro em pó.jalapao.jpg (25804 bytes)
Impossível existir um local como o Fervedouro: você simplesmente "entra" dentro de um olho de mina gigantesco (aliás, dezenas de minas) e simplesmente não consegue afundar. O constante movimento ascendente da água quer te jogar para fora. Lá você conhece a "areia liquida". Só vendo para entender.
Apesar de termos iniciado o nosso passeio por Palmas, entrando por Novo Acordo em direção a São Felix do Tocantins (futura São Felix do Jalapão), as atrações estão exatamente na parte mais sul. O ideal é entrar por Ponte Alta do Tocantins (alcançada através de Brasília, Alto Paraíso e Natividade) e fazer o passeio inverso, até a Cachoeira da Formiga. Depois, a não ser que você esteja em viagem para o norte, o melhor é retornar pelo mesmo caminho.
A estrada é toda em areia e pedra, sendo necessário pelo menos uma picape com tração traseira (no período das secas). O ideal é um 4x4, mesmo original. Não existe nenhuma infra-estrutura a partir de Ponte Alta, portanto, leve comida, material de camping e combustível sobressalente. O percurso é superior a 400 kms sem abastecimento e com alto consumo

Arquivo jalapao.gtm  - planilhamento da trilha no formato usado pelo aplicativo TrackMaker.

Informações fornecidas por Luiz Maria Ferreira Neto

Anterior Acima Próxima