Dicas & Idéias Fotos & Relatos Planilhas & Roteiros Clubes & Associações Manutenção & Mecânica Curiosidades & Crônicas Fale Conosco

Snorkel baratinho por Markito Amato

Markito Amato

A idéia de montar um snorkel utilizando materiais alternativos surgiu há muito, em função da escassez e do alto preço desse equipamento nas lojas de off-road. Foi assim que comecei a bolar algo muito simples, que pudesse ser feito em casa, sem a utilização de soldas, e que custasse, no máximo, R$50,00.

Após procurar um pouco, o material escolhido foi o PVC. Na verdade, tubos de PVC soldável da Tigre. Esses tubos podem ser facilmente trabalhados, além de apresentarem ótima resistência à ação de derivados do petróleo. Já a parte do “chapéu”, nada melhor que aquelas calotas que acompanham aros novos da Mangells. Elas servem perfeitamente (quem não tem uma dessas largada em casa?). Para se ter uma idéia da resistência final do conjunto, fabriquei meu snorkel há quase três anos e nunca tive um problema sequer. Nem mesmo a pintura desbotou. As fotos abaixo dão uma noção de como ele pode ser fabricado. O macete fica por conta da quantidade de furos que devem ser feitos, aliás, a parte mais trabalhosa do processo. Por exemplo, se o tubo for de 60mm, sua área interna é igual a 2827 mm² (S = 3,1416 x R²). Caso a broca seja de 10mm (área igual a 79 mm²), será preciso fazer, no mínimo, 36 furos. Eu dei uma margem um pouco maior que 50%, ou seja, fiz 60 furos. Por quê? Quanto menor o número de furos (nunca abaixo de 36), maior será o “vácuo” produzido pelos mesmos e, conseqüentemente, maior será a possibilidade de puxar água para dentro do filtro de ar do jipe.

Dicas:

Para prender o “chapéu” (calotinha), basta utilizar parafusos de rosca soberba. Dois funcionam muito bem;
Para prender o snorkel no jipe, eu cortei pequenos blocos de PVC. No entanto, o melhor mesmo é utilizar dois daqueles suportes de antena (UHF ou VHF) da Aquarius. Fica perfeito e não dá trabalho algum na montagem;
Tome cuidado na hora de “soldar” os tubos com a cola. Depois que um é encaixado no outro, já era!
Evite ao máximo utilizar o snorkel no dia-a-dia. Isso força o motor tanto quanto forçaria os pulmões de uma pessoa, caso dois canudos fossem colocados em suas narinas.

>Nessa foto dá para ver o snorkel ainda sem a pintura, mas já pronto para ser instalado. Note que a tampa que segura o chapéu cobre alguns furos. Por isso, na hora de furar o tubo, dê uma margem de folga para que a tampa seja colocada sem “traumas”.
Nessa foto dá para ver bem o acabamento dos furos. Nada de rebarbas ou arestas. Todos os furos devem ser “adoçados” com uma boa lixa.
É pena que nessa foto não dá para ver em detalhes o snorkel montado no jipe. Contudo, dá para perceber que o mesmo fica bem rente à lataria, o que ajuda muito na hora de passar em lugares estreitos e cheios de galhos.

Anterior Acima Próxima

© 2002 - Universo Off-Road
Não é permitida a reprodução de fotos e textos deste site